multifoco

Criada em 2010, a Multifoco Companhia de Teatro investiga, em seu processo de pesquisa, meios de comunicar os seus pensamentos artísticos com a utilização de múltiplas linguagens cênicas, tais como o teatro, a acrobacia e a dança contemporânea. Atualmente, a companhia integra a Frente/RJ, coletivo que reúne grupos, companhias e artistas de diversos locais do Rio de Janeiro -  um espaço de resistência e pensamento sobre novos modos de produção, que convergem para o que nosso coletivo entende como prática teatral.

Entendemos a Multifoco como um projeto artístico e de modos de viver. Um território imaterial de convivência artística que nos une enquanto potência de criação e política. Uma família, em certo sentido, e um bando de artistas, unidos pela crença no teatro colaborativo e horizontal.

Desde 2013, dedicou-se à obra do romeno Matéi Visniec - pesquisa que resultou nos espetáculos: “Crônicas para uma Cidade ou um amanhecer abortado” (2015); “A palavra progresso na boca da minha mãe soava terrivelmente falsa” (2018); “Migraaaantes ou tem gente demais nessa merda de barco” (2018), além de outros trabalhos que tem por referência a obra do dramaturgo, entre cenas curtas, performances e instalações.

Cavaleiro Amarelo (2019), de Felipe Pedrini, é o primeiro espetáculo da companhia a investigar um novo dramaturgo brasileiro, através de patrocínio obtido em edital promovido pelo Firjan/SESI Cultural. A peça realizou temporada no primeiro semestre do mesmo ano no Teatro Laura Alvim.

Em 2019, a companhia realizou em parceria com o Cegonha Bando de Criação a Mostra Travessias, sobre migrações e refúgio, levando espetáculos que abordavam a temática em linguagens distintas a duas unidades do SESC RJ no mês que celebra o dia mundial do refugiado.

Ainda em 2019, o espetáculo “A Palavra Progresso...” encerrou a programação do Festival de Inverno de Garanhuns - PE e realizou circulação em três cidades no estado do Paraná através do edital Encena SESC PR, Curitiba, Londrina e Paranavaí.

Espetáculos
O CAVALEIRO AMARELO (2019)

MIGRAAANTES OU TEM GENTE DEMAIS NESSA MERDA DE BARCO (2018)

A PALAVRA PROGRESSO NA BOCA DA MINHA MÃE SOA TERRIVELMENTE FALSA (2018)

CRÔNICAS PARA UMA CIDADE OU UM AMANHECER ABORTADO (2015)

MONÓLOGO DO CAVALEIRO APAIXONADO _ UM REGISTRO DOCUMENTAL (2014)

MEU AVÔ ÁRABE (2014)

O POVO, O REI E O BUFÃO DO REI (2014)

CATÁSTROFE (2014)

SAUDADES-BRANCA (2013)

CIDADE SOLIDÃO (2012)

ARTIGO 5° (2010)

 

AUDIOVISUAL

Corsos ou Monólogo do Cavaleiro Apaixonado _ curta-metragem documentário sobre o processo criativo da companhia (2014)

 

PERFORMANCES

Fronteiras - Parte 1 (2017)

Fronteiras - Parte 2 (2017)

Fronteiras - Parte 3 (2017)

Antídoto para Saudades (2016)

REALIZAÇÕES
Ocupação Matéi Vinsiec (2018)

Ocupação dos Teatros Municipais Sérgio Porto, Ziembinski e Gonzaguinha, em maio, agosto e setembro, respectivamente. Com programação que envolve dois espetáculos de repertório, oficina e exposição fotográfica.

 

Mostra Travessias (2019)

Realização de programação temática em duas unidades do SESC RJ em parceria com o Cegonha Bando de Criação composta por um espetáculo infantil, um adulto e show de banda totalmente composta por artistas refugiados. Mostra realizada em homenagem ao dia internacional do refugiado.

 

Integrantes:

Bárbara Abi-Rihan - @barbaraabirihan

Camila Zampier - @zampier.camila
Diogo Nunes - @odiogonunes
Erick Tuller - @ericktuller
Fábio Lacerda - @fabimrogeriodelima

Palu Felipe - @palu.felipe

Ricardo Rocha - @ricardowoolf
Vinicius Mousinho - @mousinhovinicius
Viviane Pereira

Contato:

e-mail: multifocociadeteatro@gmail.com

@multifocociadeteatro

www.multifocociadeteatro.com